Post thumbnail

RAPE DAY: Reflexo da sociedade misógina e de tudo que NÃO queremos

POSTADO POR Larissa Matos 08/03/2019

Hoje, Dia Internacional da Mulher, podemos ser agraciadas com muitos “parabéns” mas a realidade não é como gostaríamos. Nessa semana, um jogo para PC causou sensações desagradáveis: Rape Day (Dia do Estupro) incentiva uma série de crimes, incluindo estupro, assassinato e necrofilia.

O game que conta com a facilidade de criar um mundo imaginário diante de sexo não consensual é claramente uma influência pesada para qualquer coisa que nos cerca. A ideia de criar jovens que imaginam que obter sexo à força é seu modo de excitação cria possíveis futuros estupradores.

 

Na imagem, o personagem em primeira pessoa é referido como “Chefe” e diz “Eu poderia explodir seu cérebro nessa sujeira e f#der sua b#cetinha bem aqui”.

 

O Rape Day abre possibilidade para os jogadores cometerem muito além do estupro, como torturas de inúmeras formas e o feminicídio, além de vislumbrar a necrofilia e incesto. Admito que a autora que vos fala sente repulsa e medo ao escrever sobre tal jogo. Me sinto diretamente atingida por um entreterimento doentio que nos faz temer quem está a nossa volta.

O idealizador do Rape Day ainda afirmou que teria como público-alvo “4% da população que são sociopatas” e pessoas que “curtem bancar o estuprador e assassino em série durante um apocalipse zumbi”, de acordo com uma entrevista ao Daily Mail. Ou seja: Já não basta saber que existem essas problemáticas no mundo, ele ainda desenvolveu um jogo que incentiva os impulsos dessas pessoas!

O que assusta, além de alguém ter decidido desenvolver um jogo desse, ainda existiam diversas pessoas empolgadas com o lançamento do jogo. Após divulgarem diversas imagens, o jogo foi temporariamente suspenso e a Steam já afirmou que não irá veiculá-lo.

Desde 1996 fazendo barulho pelo mundo. Publicitária, cervejeira, geek e feminista até o último fio de cabelo, quero que todas mulheres tenham a oportunidade de se expressar.

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *