Post thumbnail

A plataforma Gamers Experience promove campeonatos de PUBG desde 2017, e são torneios acessível para todos os usuários, sem nenhuma restrição de level ou gênero, ou seja, você pode ser um profissional ou apenas um jogador casual para se inscrever, tem oportunidade para todos. O intuito é abrir portas para que cada vez mais pessoas se interessem em entrar no cenário competitivo.

Durante esses torneios o número de mulheres participante é bem pequeno e afim de incentivar nossas meninas a entrarem e mostrarem seu potencial. Apresentamos a vocês a Coxi, jogadora de PUBG e que brilhou durante a sua passagem na Gamers Experience.

Rayssa “Coxi” França, foi vencedora do Camp Solo durante o mês de janeiro. Deu uma palavrinha para a nossa equipe sobre essa experiencia e o que acha do cenário.

Durante o mês de janeiro a Camp solo teve 69 inscrições e apenas uma delas era mulher (a Coxi), perguntamos para ela como foi essa experiencia de participar de um campeonato e principalmente como foi ser a única mulher.

“Ah, foi uma mistura de sentimentos! Estava muito nervosa! Porque querendo ou não tem uma certa pressão, tanto em representar nós mulheres, tanto em ser a única mulher no meio dos homens. Porque a gente sabe que muitos ainda nos subestimam, ouvi comentários do tipo “muitos jogadores não davam nada por você nesse campeonato”, mas muitos me elogiaram também e ficaram feliz por essa conquista!! Foi muito bom mostrar que somos mais do capazes, sabe? Eu fiquei muito feliz! E não vejo como uma vitória solo, essa vitória eu vejo como nossa. Eu meti a cara, sabe. Eu sempre tento participar e gostaria que as mulheres participassem também. Tem muitas jogadoras boas!! E nosso cenário só tende a crescer.” Disse Coxi.

Também perguntei como ela decidiu que iria entrar no torneio, pois nós sabemos muito bem que a maioria dentro da comunidade tem uma resistência quanto as mulheres pararem de se esconder e estarem cada vez mais dentro do competitivo.

“Um amigo meu me incentivou a entrar em um time feminino de pubg… Então, eu cheguei a treinar algumas semanas, mas o time teve que dar uma pausa, pois uma jogadora ficou grávida. Foi por uma ótima causa, claro!! Mas eu tinha acabado de começar, sabe? Estava muito no pique e não queria parar. A Gamers Experience disponibilizava os treinamentos. E acabei descobrindo dos campeonatos. Eu não tinha mais time ou coach. Então tinha que treinar sozinha. Foi aí que comecei a jogar os campeonatos solo. Trabalhar a calma (que eu tenho muito pouca, rs. Eu fico muito nervosa jogando, parece que vou morrer), posição, trocação e tudo mais.” respondeu e sem papas na língua em seguida completou “Nessa hora eu estava pensando em mim, sabe? Nem liguei pros caras! Porque é uma coisa que eu gosto de fazer. Se eles acham ruim, problema deles! (sem querer parecer rude, rsrs). Temos mais que buscar nossos sonhos. Porque o cenário é só um: o competitivo. E ele pertence a nós também”

Como foi a recepção dos outros jogadores, sabendo que você era a única mulher que participaria desse torneio:

“Olha, eu fiquei bem feliz, sabe? Teve muitos jogadores contentes com a minha vitória e eu nem esperava isso. A recepção deles foi bem agradável, a galera foi muito simpática. Assim, não é porque eles não acreditavam muito em mim que eles me tratem mal, sabe? A galera do competitivo, que tá sempre na GamersXP é uma galera muito gente boa.”

No fim perguntei o que ela diria para as mulheres que estão ingressando agora ou que já tem interesse em se profissionalizar como proplayers.

“Ah, simplesmente vão atrás! Se nós não formos atrás do que queremos, ninguém vai por nós. E acredite em si, foi uma coisa que aprendi. Não acha que é capaz? Se olha no espelho, mulher. Somos muito capazes, de verdade. Então vamos nessa! Desanima não! Só temos a ganhar! Experiência só se ganha vivenciando, treinando. E não deixem que os outros estrague esse interesse de vocês. Esse nosso cenário vai crescer muito ainda!”

Lindíssima, falou tudo.

Se você, mulher que gosta de jogar PUBG, que tenha ou não interesse no competitivo, com certeza participar desses campeonatos produzidos pela Gamers Experience será uma experiência unica, que pode despertar em você a proplayer que tem dentro de você e ainda levar um prêmio para casa.

Conheça mais sobre eles e se cadastres nos campeonatos:

Fundadora do You Go Girls, apaixonada pela cultura pop/geek e games. Sempre ouvi das pessoas que jogos, vídeo games e afins eram coisas de menino e que por muito tempo acreditei, hoje busco aumentar mais a participação das mulheres nesse cenário, incentivar as mulheres que gostam a se mostrarem e criar mais oportunidades para elas. #JogueComoUmaGarota

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *