Post thumbnail

Cada dia, o entretenimento tem criado mais personagens femininas fortes para o mundo geek e isso é positivo, mas o protagonismo feminino não basta ser somente nas telinhas de cinema, tv e videogames. O debate sobre homens e mulheres terem salários desiguais vocês já conhecem, agora queremos questionar: as oportunidades são iguais?

Filmes, seriados e jogos com girl power estão em ascensão, apesar de algumas personagens ainda estarem esperando sair da sexualização, porém o problema foco desse texto é como muitas vezes funções deixam de ser designadas para mulher. O You Go Girls, por exemplo, já foi chamado de radical por optarmos em ter um elenco totalmente feminino de jogadoras, desenvolvedoras e produtoras de conteúdo.

Pense no mundo geek e se pergunte: Alguma vez, você viu um filme protagonizado por uma mulher com uma equipe feminina por trás da produção do mesmo? Ou talvez um campeonato de game: quantas narradoras femininas você conhece? E não, isso não acontece por faltar mulheres capazes. Existem profissionais femininas da área, o que falta é a oportunidade.

Uma boa iniciativa entre isso tudo foi o seriado Jessica Jones da Netflix, que teve cada episódio dirigido por uma mulher diferente o que reforça a importância da representatividade feminina por trás das câmeras. Foi um ponto forte para série, visto que o principal assunto era sobre abuso sexual e psicológico que são sofridos por mulheres. A Marvel curtiu a perspectiva do projeto e buscou apenas diretoras para conduzir o filme tão esperado da Viúva Negra.

Diante disso, nosso projeto sempre irá buscar uma equipe feminina, pois sabemos que vocês são capazes, dedicadas e muito boas no que fazem. Nossa união nos deixa mais fortes, mais focadas e com uma busca mais intensa de cumprir o que desejamos: o protagonismo feminino reconhecido como igual na sociedade, no mundo geek e em todas as áreas.

Desde 1996 fazendo barulho pelo mundo. Publicitária, cervejeira, geek e feminista até o último fio de cabelo, quero que todas mulheres tenham a oportunidade de se expressar.

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *